NOSSAS IDÉIAS E ATITUDES TÊM UM PAPEL: TRANSFORMAR A REALIDADE!

Create your own banner at mybannermaker.com!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

CAIU, BATEU, MACHUCOU? O QUE FAZER COM OS HEMATOMAS?

Photo Percent/Dreamstime.com

Quem de nós, em nosso dia-a-dia, não está sujeito à tropeções com quedas, colisões, batidas com partes do corpo, machucar-se praticando esportes e outras formas de choques que podem levar a formação de manchas vermelhas, azuis ou roxas na pele a que chamamos de hematoma.
Ele acontece quando pequenos vasos sanguíneos (capilares) são atingidos, se rompem, havendo vazamento de sangue que fica retido debaixo da pele seguido de dor e inchaço.
Inicialmente  forma-se uma mancha avermelhada com a presença de sensibilidade ao toque evoluindo, em média após 2 dias, para a coloração meio azulada/arroxeada e passados em geral de 5 a 10 dias a cor torna-se amarelada/esverdeada até que a pele adquira a coloração normal.
Alguns fatores podem levar ao aparecimento de hematomas tais como o uso de certo tipo de medicação (anticoagulante) e a idade avançada que faz com que os vasos sanguíneos se tornem frágeis (fragilidade capilar).
A aplicação de bolsas de gelo ou compressas geladas como tratamento na região afetada logo após o acidente e nos dias consecutivos faz com que o inchaço seja cada vez menor e o fluxo sanguíneo diminua na área, diminuindo assim o tamanho do hematoma.
Algumas vezes os hematomas aparecem sem que haja nenhum tipo de choque mas como consequência de momentos de estresse, raiva, tensão que podem levar a elevação da pressão arterial o que pode ocasionar o rompimento de capilares.
Associado a outros sintomas, pode ser sinal de doenças graves como insuficiência hepática e hemofilia.
Portanto, nestes casos ou quando não houver melhora dos hematomas busque sempre um médico para que possa haver uma avaliação criteriosa.
Uma ótima forma de prevenção é o consumo, de forma natural, de alimentos ricos em vitaminas A, C e E que contribui para que a vulnerabilidade capilar seja evitada.
Essas informações têm  objetivos meramente informativo e educacional. Para fins de orientação médica e diagnóstico procure um profissional para o devido tratamento.

Nenhum comentário: