NOSSAS IDÉIAS E ATITUDES TÊM UM PAPEL: TRANSFORMAR A REALIDADE!

Create your own banner at mybannermaker.com!

domingo, 21 de novembro de 2010

ESGOTAMENTO PROFISSIONAL E SÍNDROME DE BURNOUT

 Imageshack

Se falarmos em Síndrome de Burnout muitos nos perguntarão, o que é isso?
Mas se falarmos de síndrome de esgotamento profissional que tem como sintomas a depressão, comportamento agressivo, sono ruim, esgotamento físico e mental, queda do rendimento profissional, descaso com as necessidades pessoais tais como comer, dormir, sair com amigos, sensação de vazio interior, avaliação negativa de si mesmo,  muitas pessoas dirão que talvez se enquandrem nessas características.
A síndrome tem como causa principal o estresse no trabalho (dedicação exagerada  às atividades profissionais, pressões sofridas no trabalho, longa jornada, rotina desgastante, cobranças profissionais exageradas, dupla jornada de trabalho), o desejo de ser o melhor e medir sua auto-estima pela capacidade de realização e sucesso profissional dentre outras.
Costuma ser confundida com uma mera crise de estresse mas qualquer sintoma acima relacionado deve-se buscar ajuda profissional pois ali pode estar o início desta síndrome. 
Alguns profissionais estão mais sujeitos a essa síndrome:
- Professores
- Profisisonais da área de saúde
- Taxistas
- Bancários
- Controladores de tráfego aéreo
- Policiais
- Engenheiros
- Profissionais de venda e marketing
- Profissionais de mercado financeiro
É sabido que algumas empresas estimulam, de alguma maneira, seus profissionais, criando condições favoráveis ao adoecimento devido a valorização dada ao idealismo elevado, excesso de dedicação, perfeccionismo e alta motivação de seus funcionários o que pode levar a licenças médicas e afastamento temporário de suas atividades.
O tratamento consiste em profissionais multidisciplinares (psiquiatra-psicoterapeuta), tratamento medicamentoso segundo conduta médica, acompanhamento psicológico e neuropsicológico.
Mudanças de hábito e comportamento de vida são essenciais na recuperação tais como uma alimentação balanceada, a prática de atividades físicas e principalmente, saber gerenciar seu tempo entre o trabalho-família-lazer.
Essas informações têm  objetivos meramente informativo e educacional. Para fins de orientação médica e diagnóstico procure um profissional para o devido tratamento.



Nenhum comentário: