NOSSAS IDÉIAS E ATITUDES TÊM UM PAPEL: TRANSFORMAR A REALIDADE!

Create your own banner at mybannermaker.com!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

BROMIDROSE O TÃO CONHECIDO MAU ODOR DOS PÉS.

Photo morgueFile- By Xenia

Bromidrose. Quantas pessoas sofrem com isso? Quantas pessoas têm vergonha de tirar seus sapatos em público devido ao mau cheiro que eles exalam?
Chulé? Só tem quem quer!
Para entender um pouco mais desse tão desagradável problema, ele é causado pelo excesso de suor que ao encontrar o ambiente quente e úmido dos sapatos facilita e promove o crescimento de bactérias e fungos na pele e nas unhas dos pés. Os hormônios (testosterona e estradiol) também contribuem para o excesso da transpiração.

Um bom tratamento e resultado estão diretamente ligados à eliminação desses agentes infecciosos que tanto nos constringem e incomodam, portanto siga algumas dicas que lhe ajudarão no combate a esse problema.:
- Jamais use sapatos sem meia
- Dê preferência a sapatos de couro. Evite sapatos de materiais sintéticos (plástico, vinil)
- Não use o mesmo sapato por dias consecutivos. Sempre coloque-o no sol após uso para que possa ventilar e secar
- Use meia de algodão pois não retêm o suor
- Em caso de mau cheiro em seus sapatos, lave-os com sabão ou detergente,deixe-os secar ao sol e troque a palmilha dos mesmos
- Lave bem os pés com sabonete antibacteriano, esfregando bem entre os dedos. Se possível lave seus pés mais de uma vez ao dia
- Seque bem seus pés, principalmente entre seus dedos. Não calce sapatos logo após enxugá-los. Deixe que respirem e sequem um pouco antes de calçá-los.
- Use talcos antifúngicos. Eles ajudam a manter os fungos sob  controle
- Troque suas meias diariamente. Caso transpire demais troque-as mais vezes durante o dia.
 
Mas, caso seu problema permaneça, busque um dermatologista pois só ele poderá avaliar seu caso e ter a conduta medicamentosa certa para o seu problema.
Essas informações têm  objetivos meramente informativo e educacional. Para fins de orientação médica e diagnóstico procure um profissional para o devido tratamento.

Nenhum comentário: